blog01

Preço de imóveis apresenta estabilidade em 2016

Além de apresentar preços menores e mais condições de negociação, mercado imobiliário apresenta índices estáveis no 1º trimestre de 2016.

O mercado imobiliário no Brasil passou por muitas mudanças nos últimos anos. Em um primeiro momento, houve um “boom” no setor gerado pelo aumento no número de empregos com carteira assinada, renda média brasileira crescente e bancos com condições facilitadas para liberação de crédito e financiamento. Com isso, construtoras em todo o Brasil tiraram os projetos do papel e deram início a obras em todas as cidades, com preços mais altos que acompanharam o crescimento econômico.

Um tempo depois, diversos fatores internos e externos desaceleraram a economia do país e o mercado sofreu uma retração significativa. As taxas de desemprego cresceram, a renda média dos brasileiros baixou e os bancos têm sido cada vez mais cautelosos na liberação de crédito. Contudo, por mais assustador que o cenário possa parecer, a situação atual do mercado imobiliário está mais atrativa do que nunca para quem busca realizar o sonho da casa própria.

Isso porque, atualmente, há grande estoque de apartamentos disponíveis e as imobiliárias têm oferecido ótimas condições de negociação para quem sabe aproveitar essa oportunidade.

A retração econômica do país faz com que o consumo em geral diminua, causando queda no preço dos imóveis de maneira consequencial. Segundo o índice FipeZap de 2016, as cidades que apresentaram maiores índices de retração no preço dos imóveis para compra foram Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo.

Especialistas na área apontam esse como um excelente momento para quem quer adquirir um imóvel, visto que a expectativa de potenciais compradores mostrou leve melhora no 1º trimestre de 2016. Esses bons ventos aliados à diminuição nos preços gera um ambiente muito favorável aos compradores, que terão maior poder de barganha para conseguir negociações que se adequem à sua realidade.

Mesmo com um cenário bastante propício para o fechamento de ótimos negócios, algumas objeções podem aparecer na hora de decidir pela compra.

Acredita-se que uma das maiores preocupações seja a taxa de juros atual, que pode desanimar algumas pessoas. Claro que essa é uma contestação perfeitamente normal e importante, mas não pode ser fator decisivo para fechar negócio. Isso porque, especialistas do setor afirmam que o ideal é que a pessoa não deixe de ter sua casa própria por medo dos juros, já que na maioria das vezes essa continua sendo uma opção melhor do que continuar pagando aluguel.

A orientação geral é a mesma: pesquisar bem, escolher pela melhor negociação e aproveitar a flexibilidade do mercado. Além disso, seu planejamento pessoal financeiro é muito importante para esse que pode ser o maior investimento da sua vida.

Vale lembrar também que assim que o mercado voltar a atingir números positivos em todos os setores, o preço dos imóveis aqueça juntamente e atinja valores mais altos, além de diminuição em promoções e negociações flexíveis.

Logo, entende-se que quando um possível comprador encontra um imóvel que atende as condições e características desejadas, essa oportunidade deve ser vista como o melhor momento – a hora certa de adquirir um apartamento e fazer o melhor negócio.

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *